Time, energy and money. These should never be compromised.

Como ensinar o filho a poupar?

A poupança é um hábito que se deve ganhar desde pequeno.

A sociedade actual apela bastante ao consumo. Essa é uma tendência incontornável que pode ter bastantes perigos. Em Portugal o rendimento médio das famílias não é muito elevado o que faz com que seja de extrema importância ter rotinas de poupança. Quer seja para fazer face a despesas extraordinárias, ou para sobreviver em momentos de falta de rendimento, como por exemplo causados pelo desemprego, é bastante importante incutir hábitos de poupança no seu dia a dia. De igual importância é ensinar o filho a poupar. Apenas desta forma este pode crescer convivendo de perto com a necessidade de poupança.

A importância da poupança para as crianças

As crianças nascem numa sociedade altamente consumista, em que se tem acesso a tudo. Por isso mesmo, é normal que não entendam de imediato a necessidade de poupança. Assim, faz parte do papel dos pais passar-lhes esses valores. Uma boa forma de o fazer é não comprar tudo o que o seu filho lhe pede mas sim habituá-lo a gerir dinheiro. Desta forma ele perceberá que não pode ter tudo e que tem de fazer escolhas. Assim, é uma boa estratégia dar uma semanada ou mesada ao seu filho para que ele aprenda a gerir o seu dinheiro. Para que funcione não deve facilitar nem ceder. O objectivo é o seu filho passar pela dificuldade de poder querer uma ou mais coisas mas não ter dinheiro para as adquirir, tendo de fazer escolhas ou simplesmente aprender a desistir de determinada compra. É importante ele compreender o valor das coisas e o sacrifício que é necessário para as obter. Só desta forma estará verdadeiramente a ensinar o filho a poupar.

Na sociedade consumista actual, em que há facilidade de crédito e muitas famílias se endividam para fazer níveis de vida insustentáveis, as crianças podem ficar com a ideia que não é necessário esforço para obter as coisas. Isto é um mau principio pois retira-lhes o completo interesse em ter de poupar dinheiro para determinado fim.

O valor do dinheiro

Associado ao conceito de poupança está uma outra perspectiva que é importante passar ás crianças, nos dias que correm. Essa perspectiva é sobre o valor do dinheiro. É importante que as crianças se comecem a aperceber, o mais cedo possível, do valor do dinheiro, ou seja, do esforço associado a determinado montante. Isto é extremamente importante para lhes transmitir a ideia daquilo que é considerado dispendioso ou não dispendioso. Como ainda não trabalham, essa noção de valor pode ser passada associada à noção de tempo. Por exemplo, para comprar a consola X preciso de um ano de poupança das mesadas. Esta forma permite que o seu filho tenha noção que uma consola é bastante dispendiosa pois necessita de andar a poupar um ano inteiro para a conseguir comprar. Por outro lado, se ele, de facto, quiser adquirir a consola, terá de, ao longo do ano, deparar-se com várias decisões económicas que irão ter impacto nesse seu objectivo. Por exemplo se no decorrer do ano tiver vontade de comprar outra coisa, terá de ponderar se pretende desistir da consola ou adiar essa compra.

A disponibilidade do dinheiro

Para ensinar o filho a poupar, regra geral, especialistas recomendam que não deve ter dinheiro disponível sempre que o seu filho pede. Isto cria a sensação que o dinheiro “aparece sempre” quando é necessário, o que não é verdade no mundo real. É importante que as crianças, desde pequenas, tenham acesso a um determinado valor semanal ou mensal e tenham de o gerir a partir daí. O que muitos pais fazem é simplesmente darem sempre dinheiro quando os filhos pedem, o que é um mau hábito. Desta forma é difícil passar-lhes os valores da poupança uma vez que, no entender deles, não há essa necessidade. Se há sempre dinheiro disponível, para que preciso de poupar?

Conclusão

A educação financeira dos seus filhos deve ser efectuada o mais cedo possível, pelo que deve ensinar o filho a poupar o quanto antes. É importante que, desde cedo, este comece a ter contacto com o conceito de poupança e do valor do dinheiro. A noção do esforço necessário para poder adquirir determinado bem é aquilo que permite começar a entender o conceito de poupança e a necessidade deste. Regra geral o seu filho deve ter disponível um determinado valor por semana ou mês e, a partir dele, gerir a sua semana ou mês, os seus gastos e aquilo que deseja comprar. Evite disponibilizar dinheiro sempre que o seu filho lhe pede.

Deixe o seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.