Time, energy and money. These should never be compromised.

Revisões na marca, sim ou não?

Esta é uma dúvida recorrente a quem possui carro.

Se é proprietário de um automóvel, provavelmente, já colocou esta questão. Devo fazer as revisões na marca? Um automóvel é um investimento bastante considerável que se faz na vida. Mais elevado que este, talvez só a casa. Assim, não é de estranhar que as pessoas tentem proteger esse seu investimento da melhor forma possível. Por um lado as marcas promovem a ideia de que as revisões fora da marca podem ser prejudiciais para a sua viatura. Por outro lado, as oficinas independentes dizem que as suas revisões são iguais ás da marca e custam uma fracção do seu preço. Apesar de esta escolha acabar por ser, em última análise, uma escolha pessoal, veremos neste artigo alguns pontos importantes.

Carros recentes vs carros antigos

Um aspecto que pode determinar a resposta à pergunta que colocámos no inicio deste artigo é a idade do automóvel em questão. Em princípio, numa viatura mais recente faz sentido ter um maior conjunto de cuidados do que numa viatura com mais tempo. Enquanto nos primeiros anos da viatura, a qualidade dos materiais e produtos utilizados pode fazer diferença a longo prazo, quando a viatura já tem bastantes anos, este aspecto será menos relevante. Por outro lado, quanto mais antigo for um carro mais conhecido este é das oficinas e dos mecânicos independentes. Isto significa que já viram muitos carros iguais ao seu, pelo que terão um à vontade diferente em relação a tratar de um modelo muito recente. Por isto mesmo já conhecerão as avarias e problemas mais comuns do modelo em questão, o que facilita todo o processo de revisão. Também por já ter algum tempo, se for um modelo bastante vendido, terá mais facilidade de arranjar peças que sejam necessárias, a um preço económico.

Por outro lado, num carro novo ou muito recente, principalmente, se se tratar de um novo modelo, pode ser cuidadoso, da sua parte, fazer as revisões na marca. Isto porque por ser um modelo que os mecânicos independentes ainda pouco mexeram, faz com estes acabem por ter uma competência inferior aos profissionais da marca para fazer a revisão da viatura em questão.

A questão da garantia

Durante algum tempo foi promovida a ideia, por parte dos fabricantes de automóveis, que uma revisão feita fora da marca implicaria a perda da garantia de fábrica. Estes alegavam que ao deixar de controlar os materiais e procedimentos envolvidos nas revisões, não teriam possibilidade de garantir que tudo continuava a funcionar conforme previsto. Assim tornavam as revisões na marca obrigatórias. Este é um ponto válido mas levava a que as marcas ficassem com o monopólio das revisões o que prejudicava a livre concorrência neste mercado. Assim, há alguns anos, foi aprovada uma legislação europeia que define que a garantia não pode ser perdida caso o proprietário de um automóvel faça a sua revisão numa oficina independente. Posto isto, o condutor fica protegido do ponto de vista legal, caso opte por fazer a revisão do seu automóvel fora da marca. No entanto, têm surgido relatos de situações em que as marcas se recusam a dar garantia de viaturas cujas revisões não foram feitas na marca. Apesar disto, o consumidor tem a legislação do seu lado, pelo que, caso necessário, deverá optar por recorrer aos procedimentos legais para fazer valer os seus direitos.

Diferença de preços

O principal motivo que leva os proprietários de automóvel a não fazerem as revisões na marca é o preço. Normalmente as revisões realizadas por oficinas independentes têm um preço muito inferior ao praticado pela marca. Algumas oficinas independentes referem que podem haver diferenças de mais de 50%. No entanto, devido a esta nova tendência do mercado, muitos fabricantes optaram por baixar drasticamente o preço das suas revisões. Por isto mesmo, antes de tomar uma decisão deverá sempre verificar qual o preço que a marca cobra para a revisão da sua viatura. Pode ficar surpreendido por o preço não ser tão diferente, em relação ao valor cobrado por uma oficina independente, como pensava.

Como precaução deve sempre pedir preços de ambas as situações para a viatura específica que possui. Tenha em conta que mesmo entre oficinas da marca pode haver diferenças de preços. O melhor é solicitar via telefone ou email alguns orçamentos para o seu automóvel. Assim poderá tomar uma decisão mais adequada ao seu caso concreto. Sendo verdade que, regra geral, o preço das marcas é bastante superior do que o cobrado pelas oficinas independentes, isso não significa que não haja excepções. Até porque, como já foi referido, as marcas também se estão a adaptar a esta nova concorrência e têm vindo a baixar os preços de vários serviços.

Conclusão

A decisão de fazer a revisão da sua viatura automóvel na marca ou fora dela acaba por ser uma decisão pessoal. Do ponto de vista legal, em termos de garantia, não há qualquer impedimento a que faça a manutenção do seu automóvel fora da marca. Por outro lado, deverá sempre pedir orçamentos e verificar qual o preço das revisões na marca e fora da dela para assim poder comparar os preços da sua situação concreta.

Deixe o seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.