Time, energy and money. These should never be compromised.

Certificados de Aforro ou Depósitos a Prazo, em qual investir?

Nós explicamos a melhor solução.

Os certificados de aforro e depósitos a prazo são muitas vezes considerados como produtos de investimento muito semelhantes. No entanto, apesar de se poder dizer que o seu risco é parecido, o funcionamento do produto em si é bastante distinto. Num depósito a prazo está a entregar o seu dinheiro ao banco, que o irá fazer render e lhe devolverá uma parte desse rendimento sob a forma de um juro, antecipadamente definido. Estes depósitos beneficiam de uma garantia do Estado, nomeadamente, caso o banco entre em processo de falência, o Estado devolve o capital ao investidor até a um máximo de 100 000€. Por outro lado nos certificados do tesouro está a adquirir um titulo de divida do Estado, ou seja está na prática a emprestar dinheiro ao Estado.

Onde adquirir estes produtos

Os certificados de aforro podem ser subscritos nas estações de correios que tenham serviços financeiros. Pode pesquisar no site dos CTT qual o posto mais perto de si que disponibilize estes serviços. Com respeito aos depósitos a prazo estes podem ser adquiridos junto de qualquer banco. Quase todos os bancos disponibilizam investimentos deste tipo, sendo alias este o produto preferido da maior parte dos investidores. De notar que muitas vezes os bancos oferecem taxas de juro melhores nos depósitos a prazo para novos clientes. Por isso pode ser uma boa estratégia ir abrindo conta em vários bancos para ir beneficiando destas melhores condições. Até é uma boa prática ir diversificando os seus investimentos por diversos bancos. Tenha em atenção apenas o limite referido acima para ter a certeza que caso haja algum problema com o seu banco, terá condições para ser ressarcido pelo Estado ao abrigo do fundo de garantia de depósitos, criado após a crise financeira de 2008.

Que cuidados ter

Os certificados de aforro são produtos normalmente a 8 anos. Embora existem opções com maturidades mais curtas, é a 8 anos que este investimento compensa mais. Isto porque a partir deste prazo beneficia de uma taxa de imposto mais reduzida, o que se traduz num lucro final maior do seu investimento. Com respeito aos depósitos a prazo, existem opções para vários prazos e taxas de juro. Um aspecto que deve sempre ter em conta é se o deposito a prazo que está a pensar subscrever permite ou não mobilizações antecipadas. Há depósitos a prazo que não permitem mobilizações antecipadas. Por exemplo um depósito deste tipo a 4 anos significa que não pode levantar o seu capital antes dos 4 anos, aconteça o que acontecer.

Assim, se está a investir um valor significativo das suas poupanças e que não tem a certeza que não possa vir a precisar dele antes do fim do prazo, evite este tipo de depósitos. É certo que normalmente estes depósitos oferecem uma taxa melhor, mas mesmo assim tem de ponderar muito bem num investimento neste tipo. Lembre-se que o seu capital ficará literalmente preso durante todo o período. A maior parte dos depósitos permitem mobilizações parciais ou totais antecipadamente, portanto não será difícil encontrar alternativas. Por fim tenha atenção que existem alguns produtos que os bancos, por vezes, tentam fazer passar como se fossem depósitos a prazo mas não o são. Peça sempre a ficha de informação normalizada e confirme que no tipo de produto diz mesmo “Depósito a Prazo”. Apenas neste caso poderá beneficiar do fundo de garantia de depósitos do estado, bem como, do habitual baixo risco associado a estes produtos.

Qual o melhor investimento

Na verdade não se pode dizer que um seja melhor investimento que outro para a sua poupança. Normalmente estes até são complementares, ou seja, são bons para diversificar os seus investimentos. Em vez de investir so num, pense seriamente em investir nos dois e assim é uma forma de ter alguma diversificação nas suas poupanças. O risco de ambos é dos mais baixos que pode encontrar nos mercados financeiros, pelo que, não será por aí que encontrará uma diferença significativa entre eles. A nível de taxa de juro oferecida, muitas vezes encontrará taxas ligeiramente mais atractivas nos certificados de aforro mas também são para investimentos mais longos.

No entanto mesmo essa diferença não será grande o suficiente que compense investir todas as suas poupanças apenas em certificados de aforro. Como já foi referido em cima existe uma forma de também tentar obter taxas de juro de depósitos a prazo ligeiramente melhores, que é procurando depósitos específicos para novos clientes do banco. Muitas vezes estes oferecem condições um pouco melhores, ficando assim a par dos certificados de aforro. Em suma, pondere investir em ambos e não escolher apenas um para aplicar as suas poupanças.

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.