Time, energy and money. These should never be compromised.

Quais os melhores pares cambiais para investir

No mercado cambial (Forex) tem acesso a centenas de pares cambiais nos quais pode investir. Por vezes, pode tornar-se uma tarefa complicada decidir em quais investir o seu capital devido à demasiada escolha. Uma boa noticia é que o Forex é um mercado menos flutuante do que a bolsa de valores, por exemplo. Não são habituais flutuações drásticas diariamente como pode acontecer frequentemente com as acções. No entanto, deve estudar bem as diversas moedas para poder decidir de uma forma mais informada o seu investimento.

As moedas mais estáveis são habitualmente as moedas com maior circulação a nível mundial. Ou seja, moedas de países pequenos poderão muitas vezes trazer alguma incerteza com elas. Isto não é verdade para 100% dos casos mas acaba por ser uma regra que se verifica com alguma frequência. Por outro lado, deve procurar moedas de países estáveis a nível politico e social. Instabilidade nestes domínios manifesta-se sempre na moeda. Países em conflitos armados, em situações politicas criticas ou com problemas sociais, são de evitar. Procure países mais estáveis, como por exemplo os EUA, países europeus ou grandes economias asiáticas. Estes serão sempre países com mais garantias.

Que alavancagem utilizar

A alavancagem é uma característica presente no mercado cambial que pode fazer com que os seus ganhos sejam muito maiores, mas as suas perdas também. Assim, deve utiliza-la com moderação.
A instituição financeira propõe-se emprestar-lhe algum dinheiro, para juntar ao seu capital e assim investir um montante maior. Vejamos um exemplo. Se desejar investir 10 000€ e a instituição bancária emprestar 5000€, então poderá investir 15 000€ no par cambial que desejar. Se este se valorizar, todos ganham, você ganha e pode devolver os 5000€ ao banco e o banco ganha o juro. Se o seu investimento se começar a desvalorizar o que acontece é que a instituição financeira o estará a seguir de perto e, assim que estiver prestes a valer apenas o que devia ao banco, este encerra o seu investimento unilateralmente. Por exemplo, vamos supor que o seu investimento de 15000€ começava a desvalorizar para 12000€, depois 9000€, depois 7500€, depois 5000€. Seria precisamente neste ponto que o banco encerraria o seu investimento, para poder recuperar os 5000€ que lhe tinha emprestado inicialmente. Ou seja, você perde de imediato o seu investimento na totalidade.

Ao perceber como funciona é fácil concluir que não deve utilizar demasiada alavancagem, se não o banco pode força-lo com mais facilidade a terminar a sua conta e a perder todo o seu capital. Uma boa regra é ter apenas um terço de alavancagem, assim, será necessária uma desvalorização de 70% para que o banco encerre o seu investimento. De qualquer forma deve sempre seguir de perto a evolução do seu investimento para não ter surpresas. Como se disse atrás, as variações diárias no mercado cambial são relativamente baixas, pelo que, deverá ser suficiente seguir o seu investimento uma vez por semana.

Devo diversificar muito o investimento?

Sim, sem duvida. Nos mercados financeiros, quaisquer que sejam os produtos, deve procurar sempre diversificar o mais possível. Neste caso a diversificação passa por escolher várias zonas do planeta para investir. Não se esqueça de tentar procurar zonas historicamente estáveis a nível social e politico. Assim poderá poupar muitas dores de cabeça e variações de cotação anormais que o apanhem de surpresa. Tenha atenção à “falsa diversificação” que pode acontecer ao investir em moedas ou países altamente correlacionados. O termo correlação significa que se tratam de dois pares cambiais muito parecidos, com uma evolução muito semelhante. Neste caso, não estará na verdade a diversificar pois seriam dois pares que quando um sobe a sua cotação o outro também sobe e quando um desce o outro também desce. Pode calcular a correlação entre duas cotações através de uma formula. O resultado final será entre -1 e 1 sendo que o -1 significa que os pares são inversamente correlacionados, ou seja, quando um sobe o outro desce e quando um desce o outro sobe. No caso do resultado do calculo da correlação ser perto de 1 significa que os pares se movimentam numa forma muito parecida. O ideal, para haver pouca correlação, é quando o resultado da correlação dá por volta de 0. Neste caso pode afirmar-se que os pares não têm praticamente nenhuma influencia um no outro.

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.