Time, energy and money. These should never be compromised.

Comprar casa para arrendar

Comprar um imóvel como investimento é uma das formas conservadoras de investimento mais utilizadas. Considera-se conservadora pois o risco de perda de capital é baixo, pelo menos até 2008… Tendencialmente, em teoria, o valor dos imóveis sobe com o tempo. No entanto a crise financeira de 2008 demonstrou que nem sempre é assim, e uma queda significativa pode também ocorrer no valor de um imóvel. De qualquer forma este foi um acontecimento excepcional que não é a regra. A regra é que um imóvel, ao longo do tempo, valoriza-se. Um factor a ter em conta é que este tipo de investimento é mais adequado a investidores que detenham a totalidade do capital para investir e não necessitem de recorrer a crédito a habitação. Em primeiro lugar porque o crédito a habitação na maioria das vezes destina-se apenas a habitação própria permanente. Além disso, se tiver de pedir capital emprestado, verá o seu retorno sofrer um grande revés devido aos juros que terá de suportar. Assim, faz mais sentido este tipo de investimento para quem detenha um volume de poupanças de dimensão suficiente para suportar a comprar do imóvel.

Arrendar a turistas

Portugal tem vindo nos últimos anos a registar um aumento muito significativo no número de turistas que entram no país. Isto cria muitas oportunidades para negócios relacionados com esta área, particularmente alojamento. O alojamento local é hoje uma realidade e é procurado e preferido por muitas pessoas, face ao alojamento em hotéis. Assim, não é de estranhar o sucesso de plataformas como o AirBNB que promovem alojamentos privados, nos quais qualquer pessoa pode anunciar gratuitamente um imóvel seu que tenha disponível para arrendamento.
Uma das vantagens de arrendar a turistas é a maior rentabilidade que tendencialmente se consegue atingir face ao arrendamento tradicional. No entanto o aluguer a turistas exige um acompanhamento mais de perto do seu imóvel para gerir as entradas e saídas de pessoas, fazer as limpezas, arrumações, entre outros. Além de tempo, estes aspectos necessitam muitas vezes que despenda algum dinheiro o que faz a sua rentabilidade diminuir. No entanto, como neste caso o arrendamento é feito à noite em vez de ao mês, os valores cobrados costumam ser mais elevados. Obviamente que a rentabilidade final depende de quantas noites por mês em média tem a sua propriedade reservada. Este tipo de arrendamento é revestido de alguma imprevisibilidade e flutuações. Não terá sempre a mesma taxa de ocupação ao longo do ano, pelo que, é difícil estabelecer planos a longo prazo com os rendimentos decorrentes do arrendamento.

Arrendamento tradicional

O arrendamento tradicional tem algumas diferenças em relação ao arrendamento a turistas. Em primeiro lugar é um arrendamento a longo prazo em vez do arrendamento de curto prazo como é o arrendamento a turistas. ao ser a longo prazo, tem a possibilidade de proporcionar um retorno mais estável ao longo dos meses. Normalmente no arrendamento tradicional fazem-se, no mínimo, contratos anuais, o que significa que existe alguma estabilidade tanto para proprietário como inquilino. Esta forma leva a que o imóvel, tendencialmente esteja mais tempo ocupado. Em teoria, no máximo, haverá apenas um período de desocupação por ano resultante da mudança de inquilinos. Isto no máximo, pois estes contratos costumam renovar-se automaticamente. No entanto, por estar mais tempo ocupado neste tipo de arrendamento não significa automaticamente que será mais rentável. Lembre-se que o preço do arrendamento a turistas é bastante diferente. A titulo de exemplo imagine um imóvel que esteja no mercado de arrendamento por 500 euros por mês, se for alugado à noite, pode perfeitamente ser por volta dos 50 euros por noite. Ora visto desta forma, apenas, se tiver 15 dias por mês em média alugado, será mais rentável face ao arrendamento tradicional. Ainda que o imóvel tenha uma taxa de ocupação maior no arrendamento tradicional.

Conclusão

A compra de um imóvel para arrendamento pode ser bastante rentável, dependendo da sua localização, estado de conservação, e preço definido. Este tipo de investimento é frequentemente utilizado como alternativa a depósitos a prazo para investidores que detenham poupanças de alguma dimensão. Não deve ser utilizado por investidores que não tenham a totalidade do capital disponível, pois será difícil obter um crédito com essa finalidade, ou caso se consiga, as condições serão altamente desfavoráveis. A instituição bancaria considera que existe um risco maior em ter 2 ou mais imóveis, do que possuir apenas um.

Deixe o seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.